Eu choro até quando vejo propaganda de… cerveja!

Imagem

As mulheres têm seus momentos de sensibilidade, quando se emocionam com as coisas mais simples e bobas do mundo. E se há motivos pequenos para explodir, há soluções singelas para salvar o dia de uma mulher. Um chocolate para adoçar e combater a tristeza; uma roupa nova para colorir e servir de escudo contra a insegurança; uma pia de louça para lavar os pratos, os talheres, as panelas e a alma; uma festa agitada para chacoalhar com os sentimentos bons e expulsar os ruins. Mas, às vezes, as técnicas para espantar o mal se desgastam, e usamos outras formas sem querer. As mudanças na mídia são exemplo disso.

Imagem

Antes, chorar em frente à televisão assistindo um comercial de margarina era sinal de TPM, gravidez ou qualquer outro “fenômeno” feminino. Agora, uma pergunta: ainda existe margarina? Segundo a publicidade brasileira, não. Os últimos comerciais de margarina que apareceram não eram nada emotivos. Em vez de mostraram uma família feliz num café da manhã, não. Preocuparam – se mais em esfregar na cara dos consumidores que a margarina era saudável, sem sal, gordura trans ou qualquer outra porcaria. Talvez, por ser tão perigosa, a margarina se tornou uma substância tóxica proibida de propaganda na televisão junto com o cigarro. Bingo! Margarina engorda e não deixa ninguém feliz. Explicado! Um motivo a menos para derramar lágrimas.

O que sobrou de felicidade e emoção na televisão brasileira: final da novela, do BBB ou do Brasileirão? Sim, mas durante esses eventos, qual produto que mais aparece? A cerveja! O líquido da felicidade; com poderes afrodisíacos, estimulantes e antidepressivos. Não existe bêbado triste: somente pessoas alegres, em lugares bacanas, e sempre com alguém à disposição para servir cerveja para a turma. Pobres, ricos, feios , bonitos, bonitas. Feias não existem, apenas se a cerveja esquentar, estragar ou desaparecer. E as mulheres tristes que assistem essas cenas pensam em várias situações. Por que não tenho um encontro legal assim na praia, com minhas amigas e gostosões? Pra arrasar na festa de hoje, vou tomar todas, quem sabe eu engreno! Poxa, até a Sandy é descolada e bem resolvida, menos eu! Buá!

Imagem

O ideal é vivermos como se fosse o último dia, e sonharmos como se fosse o primeiro. É bobo se iludir, mas é frio não se encantar. Mulher sem deslumbre é apenas uma boneca. Toda mulher tem o direito de suspirar com qualquer cena.

Procura-Se

Andei muito ocupada, cansada, tristinha e culpada por não escrever muito aqui. Melhor escrever alguma coisa sobre estes ultimos dias.

Procura-se:

Kaddafhi, Gaddafi, cadáver?

O assassinos da Juíza Patrícia Acioli e do menino Juan.

Algum responsável pela segurança e Justiça que não coloque a culpa na vítima.

Corrupto candidato à demissão.

O dinheiro aplicado nas obras para a Copa,

Aliás, a conclusão das obras para a Copa!

A educação das crianças e adolescentes briguentos dos vídeos do Youtube.

O  juízo das crianças assaltantes de São Paulo,

E o juízo de seus pais e responsáveis.

O próximo eliminado ou eliminada da Fazenda.

O próximo incluído numa fazenda: quilombola, agricultor familiar, sem-terra. Um incluído de verdade.

O término de contas a pagar este mês.

O final deste mês, que não termina nunca e tem mais de 30 dias.

Um bom esquema tático para meu time, que de preferência, tenha mais de uma pessoa  no ataque.

Eu disse: pessoa, espantalho não vale. 

Uma ilha deserta que não seja reinada por políticos corruptos, ou seja, espantalhos livres.

Alguém que não esteja gripado ou resfriado.

O fim do inverno e o início da primavera.

Uma notícia boa na mídia,

E mais um dia feliz na vida!