Sem Novidades

Faz tempo que não escrevo algo que preste. Também, sem trabalhar, sem cursos, há uma semana em casa. Pois é!

Fiz mil planos para o período pós-trabalho: passeios,compromissos,tarefas. Alguns, já consegui ao menos tentar colocar em prática. Tudo bem. Mas uma coisa é certa: nunca estamos completamente satisfeitos com nosso atual estado. Os estressados querem descansar, os descansados querem trabalhar; os solteiros querem arrumar alguém, os compromissados querem se libertar e voltar ao passado livre. Só não vi ainda o tão comentado louco que rasga dinheiro: já vi loucos jogarem dinheiro fora de várias formas, mas rasgando e jogando no lixo eu ainda espero para observar este acontecimento histórico!

Então, assisto TV. E pior: começo a pegar a mania das personalidades que lá aparecem. Exemplo: adoro a novela das seis, a Vida da Gente. De tanto ver a protagonista da novela dormindo, agora quero dormir o dia todo! Depois do café, depois do almoço, meio da tarde, depois da própria novela. Sono demais. Para resolver a questão, já tomei uma providência: não assisti o capítulo do sábado. Funcionou, fiquei com menos sono no fim de semana, justo o período mais apropriado para tirar um cochilo. Em compensação, tive alguns chiliques e  ando gritando por qualquer coisa, desde que vi o último capítulo da novela das nove com a personagem Teresa Cristina. Por que será? Por isso,abandonei a TV. Agora estou lendo um livro do Luis Fernando Veríssimo para ver se eu me apego a personagens  mais divertidos e interessantes!

Vejo as notícias da minha cidade, e me apavoro! Para quem não sabe, a prefeita e o vice do município sofreram impeachemant. Motivo: teriam cometido cerca de dez, onze crimes. Aumento de dívidas com diversas instituições públicas e privadas, instituição de cargo para amigos, e etc. Nesse caso, etecétera mesmo! Pois cada vez que você pergunta sobre o assunto a quem denunciou e aos acusados, sai uma resposta diferente. Quem denunciou não sabe explicar por que acusou, quem foi acusado não sabe explicar como as denúncias chagaram a tal ponto. E a votação pra lá tumultuada! Bom, na brincadeira, ficamos com o Presidente da Câmara quebrando galho.

Bem ingênua, pensei: vamos escolher um novo prefeito, não podemos viver de improviso, né? Ainda mais que tem mais de um ano de mandato pela frente. Até tirei o pó do meu título de eleitor, bem faceira. E quando vejo, eleições indireta, e pior, com chapa única. Minha cidade, grande metrópole, com uma eleição digna de síndico de condomínio decadente! E o município está com uma prefeitura de chapa única, mais improvisada ainda do que antes.

E essas foram as minhas novidades, ou melhor, as não-novidades!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s